terça-feira, 19 de outubro de 2010

"O presente não é um passado em potência, ele é o momento da escolha e da acção."
( Simone de Beauvoir )

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Belle and Sebastian !

Quatro anos depois, estão de volta aos disco os Escoceses "Belle and Sebastian".
Fantástico, aqui fica uma das amostras.

sábado, 9 de outubro de 2010

Poesia moderna !


A propósito de estrelas

Não sei se me interessei pelo rapaz

por ele se interessar por estrelas

se me interessei por estrelas por me interessar

pelo rapaz hoje quando penso no rapaz

penso em estrelas e quando penso em estrelas

penso no rapaz como me parece

que me vou ocupar com as estrelas

até ao fim dos meus dias parece-me que

não vou deixar de me interessar pelo rapaz

até ao fim dos meus dias

nunca saberei se me interesso por estrelas

se me interesso por um rapaz que se interessa

por estrelas já não me lembro

se vi primeiro as estrelas

se vi primeiro o rapaz

se quando vi o rapaz vi as estrelas


Adilia Lopes

terça-feira, 5 de outubro de 2010

domingo, 3 de outubro de 2010

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

After storm.



And after the storm,
I run and run as the rains come
And I look up, I look up,
on my knees and out of luck,
I look up.

Night has always pushed up day

You must know life to see decay
But I won't rot, I won't rot
Not this mind and not this heart,
I won't rot.

And I took you by the hand

And we stood tall,
And remembered our own land,
What we lived for.

And there will come a time, you'll see, with no more tears.

And love will not break your heart, but dismiss your fears.
Get over your hill and see what you find there,
With grace in your heart and flowers in your hair.

And now I cling to what I knew

I saw exactly what was true
But oh no more.
That's why I hold,
That's why I hold with all I have.
That's why I hold.

I will die alone and be left there.

Well I guess I'll just go home,
Oh God knows where.
Because death is just so full and mine so small.
Well I'm scared of what's behind and what's before.

And there will come a time, you'll see, with no more tears.

And love will not break your heart, but dismiss your fears.
Get over your hill and see what you find there,
With grace in your heart and flowers in your hair.

And there will come a time, you'll see, with no more tears.

And love will not break your heart, but dismiss your fears.
Get over your hill and see what you find there,
With grace in your heart and flowers in your hair.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Sorriso Aberto.


Uma incrível energia por aqui vagueia
Espalhando pepitas de boa disposição
De uma alegria contagiante.

Uma leveza equilibrada, inteligente
E ao mesmo tempo desconcertante.

Um sorriso aberto vindo de uma alma
Intensa, impossível de ofuscar.
Uma alma cheia de magia no olhar.

Sob formas desconhecidas
Leva a uma curiosidade inquietante
Em querer descobrir e aprofundar
A grandiosidade dessa feminilidade!


"Observador"

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Agenda cultural.


Neste "novo" conceito vou deixar algumas sugestões culturais que acho interessantes sobre vários aspectos.

Esta semana destaco a peça de teatro que está em exibição no Teatro Nacional S.João "A Gaivota".

O concerto de Samuel Uria integrado nas Quintas Feiras da Leitura no Teatro Campo Alegre.
No fim de semana temos Manel Cruz com os Foge Foge Bandido no Hard Club e ainda também no sábado a Norte Americana Nina Nastasia em Guimarães no CC Vila Flor.

Ficam algumas sugestões que na minha opinião são de bastante qualidade.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Contra mim bate a esperta difusão.


contra mim bate a esperta difusão
do tempo, a extensa confusão do
olhar, a vibrante galeria da
cor: o espaço. durante uma
pequena e qualquer loucura, não
me componho.
se não somos mudos, ficarei
surdo. nestas rochas onde o
sol se desleixa e persegue as
águias que escondem ninhos
secos.
e é quando tento agarrar
o sol que reparo ter
as mãos convexas


valter hugo mãe

domingo, 26 de setembro de 2010

Antony and the Johnsons .

É já no próximo mês que sai o próximo álbum dos Antony and the Johnsons, uma das melhores vozes do mundo.
"Swanlights" é o nome do novo álbum.
Um álbum que perspectiva a continuidade das fabulosas melodias que Antony Hegarty nos habituou.
Aqui fica uma das músicas do novo álbum.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Falta Pouco !!!

Está para breve o tão aguardado album dos Arcade Fire !
Aqui fica um dos primeiros singles do novo album.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Poesia Lusitana !


Sou de vidro

Meus amigos sou de vidro

Sou de vidro escurecido

Encubro a luz que me habita


Não por ser feia ou bonita

Mas por ter assim nascido

Sou de vidro escurecido

Mas por ter assim nascido


Não me atinjam não me toquem

Meus amigos sou de vidro

Sou de vidro escurecido

Tenho fumo por vestido


E um cinto de escuridão

Mas trago a transparência

Envolvida no que digo

Meus amigos sou de vidro


Por isso não me maltratem

Não me quebrem não me partam

Sou de vidro escurecido

Tenho fumo por vestido


Mas por assim ter nascido

Não por ser feia ou bonita

Envolvida no que digo

Encubro a luz que me habita

Lídia Jorge

quarta-feira, 2 de junho de 2010

kazuo Ohno

Faleceu aos 103 o bailarino japonês Kazuo Ohno, a morte aconteceu ontem em Yokohama.
Ficará sempre marcado como um grande exemplo de vida !!

"A dificuldade é um severo instrutor. "
( Edmund Burke )

sábado, 29 de maio de 2010


Segue o teu destino

Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias.

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nós queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós-próprios.

Suave é viver só.
Grande e nobre é sempre
Viver simplesmente.
Deixa a dor nas aras
Como ex-voto aos deuses.

Vê de longe a vida.
Nunca a interrogues.
Ela nada pode
Dizer-te. A resposta
Está além dos deuses.

Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração.
Os deuses são deuses
Porque não se pensam.

Ricardo Reis

1 ANO DE VIDA !!

Faz hoje um ano que o blog nasceu !
Muitas coisas se viveram durante este ultimo ano.
Espero,continuar por muitos mais anos e espero também que quem visita o blog, goste e sinta que é possível aprender algo neste pequeno espaço.
A todos vós o meu muito obrigado por o frequentarem !!

Fica a partilha de uma das musicas que mais gosto!!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

segunda-feira, 24 de maio de 2010

terça-feira, 18 de maio de 2010

Broken Social Scene


We got a minefield of crippled affection
All for the borrowed mirror connection
That's why I'm leaving this spoken protection
I'm a romance addict so that I can confess that

I get world sick every time I take a step
I get world sick, my love is for my land

We got a lady who's wanting to dance
Men with the maybe looking for endings

And I get world sick every time I take a step
Yeah, I get world sick, my love is for my land

I'm sick of the self-love, losing the "bless me"
The exit the roof of the rule of what we'll be
And all the destroyers who never wore dresses
They live for the older, well I'll confess this

I get world sick every time I take a step
Yeah, I get world sick, my love is for my land
I get world sick every time I take a step
Yeah, I get world sick, my love is for my land

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Poesia moderna !



O fogo, a cidade


às vezes
sobre as palavras pesa um dia luminoso, a clara
imprecisão do gesto
o corpo inclina-se para a água
do poema

a roupa estas mãos o torpor da casa
quando o silêncio a morna demorosa voz
se desfazem no ritmo entontecido
do mundo

caminho descalço sobre a página
olho uma outra vez
voltando-me para trás
o fogo, a cidade

Miguel-Manso, Quando escreve descalça-se

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Como esquecer a promessa desfeita, a mentira, a injúria, a traição, como não lembrar a construção de um amor intenso e partilhado, feito de inquietações e promessas renovadas?
Daniel Sampaio

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Temper Trap !!


our love was lost
but now we've found it
our love was lost
and hope was gone

our love was lost
but now we've found it
and if you flash your heart
I won't deny it
I promise

I promise

your walls are up
too cold to touch it
your walls are up
too high to climb

I know it's hard
but I can still hear it beating
so if you flash your heart
I won't mistreat it
I promise

I promise

our love was lost
in the rubble are all the things
that you've, you've been dreaming of
keep me in mind
when you're ready
I am here
to take you every time

oh our love was lost
lost, lost, lost, lost....
our love was lost
but now its found

terça-feira, 4 de maio de 2010

Great concert !

Ontem fui à queima do Porto assistir a um dos melhores concerto do ano, de uns dos grandes nomes da Brit Music os Escoceses FRANZ FERDINAND.
São, sem duvida uma das melhores bandas ao vivo do mundo.
Contagiante o ambiente que transmitem ao publico.
BRUTAL !!
Deixo aqui um vídeo gravado por mim :)!!


video

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Poesia Lusitana


Aqui fica um poema de um dos grande nomes da literatura portuguesa, o vilacondense José Régio.

Poema do Silêncio

Sim, foi por mim que gritei.
Declamei,
Atirei frases em volta.
Cego de angústia e de revolta.

Foi em meu nome que fiz,
A carvão, a sangue, a giz,
Sátiras e epigramas nas paredes
Que não vi serem necessárias e vós vedes.

Foi quando compreendi
Que nada me dariam do infinito que pedi,
- Que ergui mais alto o meu grito
E pedi mais infinito!

Eu, o meu eu rico de baixas e grandezas,
Eis a razão das épi trági-cómicas empresas
Que, sem rumo,
Levantei com sarcasmo, sonho, fumo...

O que buscava
Era, como qualquer, ter o que desejava.
Febres de Mais. ânsias de Altura e Abismo,
Tinham raízes banalíssimas de egoísmo.

Que só por me ser vedado
Sair deste meu ser formal e condenado,
Erigi contra os céus o meu imenso Engano
De tentar o ultra-humano, eu que sou tão humano!

Senhor meu Deus em que não creio!
Nu a teus pés, abro o meu seio
Procurei fugir de mim,
Mas sei que sou meu exclusivo fim.

Sofro, assim, pelo que sou,
Sofro por este chão que aos pés se me pegou,
Sofro por não poder fugir.
Sofro por ter prazer em me acusar e me exibir!

Senhor meu Deus em que não creio, porque és minha criação!
(Deus, para mim, sou eu chegado à perfeição...)
Senhor dá-me o poder de estar calado,
Quieto, maniatado, iluminado.

Se os gestos e as palavras que sonhei,
Nunca os usei nem usarei,
Se nada do que levo a efeito vale,
Que eu me não mova! que eu não fale!

Ah! também sei que, trabalhando só por mim,
Era por um de nós. E assim,
Neste meu vão assalto a nem sei que felicidade,
Lutava um homem pela humanidade.

Mas o meu sonho megalómano é maior
Do que a própria imensa dor
De compreender como é egoísta
A minha máxima conquista...

Senhor! que nunca mais meus versos ávidos e impuros
Me rasguem! e meus lábios cerrarão como dois muros,
E o meu Silêncio, como incenso, atingir-te-á,
E sobre mim de novo descerá...

Sim, descerá da tua mão compadecida,
Meu Deus em que não creio! e porá fim à minha vida.
E uma terra sem flor e uma pedra sem nome
Saciarão a minha fome.

José Régio, in 'As Encruzilhadas de Deus'

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Dança

NO dia mundial da dança, apresento aqui dois vídeos.
Um relacionado com a história da dança contemporânea e outro do génio japonês KAZUO OHNO, criador do Butoh uma estilo de dança teatral, um bailarino que hoje com 103 anos ainda pisa os palcos, simplesmente fantástico.


"O CORPO DO BAILARINO É SIMPLESMENTE A EXPRESSÃO ILUMINADA DA SUA ALMA"
Isadora Duncan

terça-feira, 27 de abril de 2010


"Triste não é mudar de ideias. Triste é não ter ideias para mudar."
Francis Bacon

domingo, 25 de abril de 2010

High Violet !!

Ainda não está oficialmente no mercado, mas já tenho o novo álbum dos The National e para mim é simplesmente viciante e genial.
Aguardo ansiosamente o dia 18 Julho para o regresso deles a Portugal, mais especificamente na Praia do Meco no festival Super Bock Super Rock.

quinta-feira, 22 de abril de 2010


"Se, apesar de tudo, os homens não conseguem fazer com que a história tenha significado, eles podem sempre agir de uma maneira que faça suas vidas tenham um."
( Albert Camus )

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Join "French Navy from Camera Obscura !


"...I'll be criticized for lending out my eye
I was criticized for letting you break my heart
Why would I stand the disappointed looks
Fooling all(?) but wanted looks
Ooh with the looks
Oh tender heart,
Ooh, with the looks, the looks, the looks..."

sábado, 17 de abril de 2010

Poesia Moderna !

Esta semana coloco um poema da portuense Filipa Lopes.
nos dias tristes não se fala de aves
liga-se aos amigos e eles não estão
e depois pede-se lume na rua
como quem pede um coração
novinho em folha.

nos dias tristes é inverno
e anda-se ao frio de cigarro na mão
a queimar o vento
e diz-se bom dia!
às pessoas que passam
depois de já terem passado
e de não termos reparado nisso

nos dias tristes fala-se sozinho
e há sempre uma ave que pousa
no cimo das coisas
em vez de nos pousar no coração
e não fala connosco.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

I´m Still.... !!


I'm still turning myself on to the great key, I'm still, I'm still
I'm still mining for light in dark wells, I'm still, I'm still
I'm still a frequency swaying, a leaf in the wind, I'm still, I'm still
I'm still searching for whispers in between yells, I'm still, I'm still

I'm still swimming in harmony, I'm still dreaming of flight
I'm still lost in the waves, night after night

I'm still an arrow unshot, fixed in a bow, I'm still, I'm still
I'm still a fire unlit, ready to go, I'm still, I'm still

I'm still loaded and waiting, with anticipation to fly
I'm still studying the patterns in the night sky

I'm still a note that's unplayed, ink on a page, I'm still, I'm still
I'm still a cry in the night, lonesome and high, I'm still, I'm still

I'm still tuned to an instrument of greater and unknown design
I'm still looking for direction, some kind of sign

I'm still turning myself to the great key, I'm still, I'm still

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Great song !

Aqui deixo uma fantástica versão de uma incrivel musica dos inesqueciveis "Joy Division".

sábado, 10 de abril de 2010

Pablo Neruda.

Nesta páscoa recebi da minha afilhada(sim que o padrinho também merece receber) um livro de poemas de um dos mestres da poesia mundial, o Chileno Pablo Neruda.
E, passando um breve olhar pelas páginas do livro fiquei apaixonado por este poema!!
Vou transcreve-lo na lingua materna do autor, até porque o livro é uma edição bilingue e penso que seja justo transcreve-lo em castelhano.

Tu risa

Quítame el pan, si quieres,
quítame el aire, pero
no me quites tu risa.

No me quites la rosa,
la lanza que desgranas,
el agua que de pronto
estalla en tu alegría,
la repentina ola
de plata que te nace.

Mi lucha es dura y vuelvo
con los ojos cansados
a veces de haber visto
la tierra que no cambia,
pero al entrar tu risa
sube al cielo buscándome
y abre para mí todas
las puertas de la vida.

Amor mío, en la hora
más oscura desgrana
tu risa, y si de pronto
ves que mi sangre mancha
las piedras de la calle,
ríe, por que tu risa
será para mis manos
como una espada fresca.

Junto al mar en otoño,
tu risa debe alzar
su cascada de espuma,
y en primavera, amor,
quiero tu risa como
la flor que yo esperaba,
la flor azul, la rosa
de mi patria sonora.

Ríete de la noche,
del día, de la luna,
ríete de las calles
torcidas de la isla,
ríete de este torpe
muchacho que te quiere,
pero cuando yo abro
los ojos y los cierro,
cuando mis pasos van,
cuando vuelven mis pasos,
niégame el pan, el aire,
la luz, la primavera,
pero tu risa nunca
por que me moriría.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

A GIRL IN PORT !!


Let fall your soft and swaying skirt
Let fall your shoes
Let fall your shirt
I'm not the lady-killing sort
Enough to hurt
A girl in port

Marie's gone blonde
And lost a stone
She lay on her lawn
Spun and alone
And when the morning sun, it rose
Upon Marie
In her lacy clothes

Well, it lit her up
And she walked around
The winding streets
Camden Town
Well, she don't know who
She wants to be
And if I knew
I'd tell Marie

Let fall your soft and swaying skirt
Let fall your shoes
Let fall your shirt
I'm not the lady-killing sort
Enough to hurt
A girl in port

And Cindy tells me she's had fun
Sitting back stage
Someone's plus one
Up in her room
The records spin
Needle in the grooves
That she's worn thin

Well, she lifts a sleeve
And she sees a name
And she's got a smile on her face
And she's got a story you can't see
Well, that's just between that name and Cindy

And before Holly made her way
Over the sea
And far away
She's telling me
Inside her car
Driving us back
From the Crystal Corner bar

"I lost it there
I fell from health
Cut some fresh pieces from myself
Then for a second
Something in me
Said 'Leave today
It's time, Holly'
It's time"

Oh, I'm a weak and lonely sort
Though I'm not sailing just for sport
I've come to feel
Out on the sea
These urgent lives
Press against me
I'm just a guest
I'm not a part
With my tender head
With my easy heart
These several years out on the sea
Made me empty, cold, and clear
Pour yourself into me

Let fall your soft and swaying skirt
Let fall your shoes
Let fall your shirt
I'm not the lady-killing sort
Enough to hurt
A girl in port

segunda-feira, 5 de abril de 2010

quarta-feira, 31 de março de 2010

Poesia Lusitana!!

quando os nossos corpos se separaram
Quando os nossos corpos se separaram olhámo-nos quase a desejar ser felizes.
vesti-me devagar, o corpo a ser ridículo. disse espero que encontres um homem
que te ame, e ambos baixámos o olhar por sabermos que esse homem não existe.
despedimo-nos. tu ficaste para sempre deitada na cama e nua, eu saí para sempre
na noite. olhamo-nos pela última vez e despedimo-nos sem sequer nos conhecermos.

José Luis Peixoto

segunda-feira, 29 de março de 2010

sexta-feira, 26 de março de 2010

segunda-feira, 22 de março de 2010

Poesia Moderna !

Muito pouca

a morte é uma coisa muito pouca
em nada se compara ao crescimento das constelações
a morte não respira nem se expande desde o centro
como fazem as estações desde o coração da terra

e assim eu sei que um sorriso é precioso
porque respira e alarga-se dentro dos olhos
e quando chega ao lugar em que a mão se abre
é já uma forma de sossego uma lua coberta de luar
um modo certo de trocar nomes em dias de excepção

Vasco Gato

sexta-feira, 12 de março de 2010

Poesia Lusitana !

Já o referi por várias vezes, que José Luís Peixoto é, do que conheço, o melhor escritor português da actualidade.
Esta semana é dedicado à sua poesia.

Fingir que está tudo bem

fingir que está tudo bem: o corpo rasgado e vestido
com roupa passada a ferro, rastos de chamas dentro
do corpo, gritos desesperados sob as conversas: fingir
que está tudo bem: olhas-me e só tu sabes: na rua onde
os nossos olhares se encontram é noite: as pessoas
não imaginam: são tão ridículas as pessoas, tão
desprezíveis: as pessoas falam e não imaginam: nós
olhamo-nos: fingir que está tudo bem: o sangue a ferver
sob a pele igual aos dias antes de tudo, tempestades de
medo nos lábios a sorrir: será que vou morrer?, pergunto
dentro de mim: será que vou morrer?, olhas-me e só tu sabes:
ferros em brasa, fogo, silêncio e chuva que não se pode dizer:
amor e morte: fingir que está tudo bem: ter de sorrir: um
oceano que nos queima, um incêndio que nos afoga.

José Luís Peixoto
A criança em ruínas

segunda-feira, 8 de março de 2010

Resistencia !


Nasci e cresci selvagem e esta musica e muitas outras dos resistência, foram-me acompanhado ao longo do meu crescimento, ajudando a abrir horizontes e a conhecer melhor a cultura portuguesa, relevando nomes de enorme importância na nossa história, tais como Zeca Afonso, António Variações entre outros.

sábado, 6 de março de 2010

Reflexão!

Dançar é amar na vertical.
Perder com nobreza é empatar,
Só um de nós poderá sair em primeiro lugar !!

terça-feira, 2 de março de 2010

futuro?

"O problema dos nossos tempos é que o futuro já não é o que era."
( Paul Valéry )

sábado, 27 de fevereiro de 2010

FIREWORKS !

Aqui fica um video de uma das mais interessantes banda da musica portuguesa, os portuense X-Wife !

É PRECISO MAIS "FIREWORKS" PARA ANIMAR OS NOSSOS DIAS !

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Poesia Lusitana


Vai-te, Poesia!

Deixa-me ver a vida
exacta e intolerável
neste planeta feito de carne humana a chorar
onde um anjo me arrasta todas as noites para casa pelos cabelos
com bandeiras de lume nos olhos,
para fabricar sonhos
carregados de dinamite de lágrimas.

Vai-te, Poesia!
Não quero cantar.
Quero gritar!

José Gomes Ferreira

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Stella !!

Existe sempre uma stella na vida de cada um de nós !


"Stella Was A Diver And She Was Always Down"

When she walks down the street,
She knows there's people watching.
The building fronts are just fronts
To hide the people watching her

But she once fell through the street
Down a manhole in that bad way
The underground drip
Was just like her scuba days

Days
Daze
Days
Daze

She was all right because the sea was so airtight, she broke away
She is all right but she can't come out tonight, she broke away
She was all right, yeah the sea was so tight, air tight
She broke away, broke away

At the bottom of the ocean she dwells
At the bottom of the ocean she dwells
From crevices caressed by fingers
And fat blue serpent swells
Stella, Stella, Stella, Stella I love you

[Chorus]

Well, she was my catatonic sex toy, love-joy diver
She went down down down there into the sea,
Yeah she went down down down there, down there for me, right on

So good, oh yeah, right on

(There's something that's invisible,
There's some things you can't hide,
Try detect you when I'm sleeping,
In a wave you say goodbye...)

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Sonhar...

Hoje de manhã, a caminho do CHAA de Guimarães ouvi uma musica dos Xutos, agora, numa versão cantada pelo Tim e o Rui Veloso e que me deixou a pensar ...

VOAR
Eu queria ser astronauta
o meu país nao deixou
Depois quis ir jogar á bola
a minha mãe nao deixou
Tive vontade de voltar a escola
mas o doutor nao deixou
Fechei os olhos e tentei dormir
aquela dor nao deixou.

Óh meu anjo da guarda
faz-me voltar a sonhar
faz-me ser astronauta ...e voar

O meu quarto é o meu mundo
o ecrã é a janela
Nao choro em frente á minha mãe
eu que gosto tanto dela
Mas esta dor nao quer desaparecer
vai-me levar com ela

Ó meu anjo da guarda
faz-me voltar a sonhar
faz-me ser astronauta....e voar

Acordar meter os pés no chão
Levantar e dar o que tens para dar
Voltar a rir,voltar a andar
Voltar VoltarVoltarei
Voltarei
Voltarei
Voltarei

Por vezes, esquecemo-nos de sonhar e assim dificilmente conseguimos voar!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Atitude!

Este fim de semana vai ser preciso uma enorme atitude !

"O significado das coisas não está nas coisas em si, mas sim em nossa atitude com relação a elas."
( Antoine De Saint Exupery )

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Poesia Lusiana !

Desespero
Não eram meus os olhos que te olharam
Nem este corpo exausto que despi
Nem os lábios sedentos que poisaram
No mais secreto do que existe em ti.

Não eram meus os dedos que tocaram
Tua falsa beleza, em que não vi
Mais que os vícios que um dia me geraram
E me perseguem desde que nasci.

Não fui eu que te quis. E não sou eu
Que hoje te aspiro e embalo e gemo e canto,
Possesso desta raiva que me deu

A grande solidão que de ti espero.
A voz com que te chamo é o desencanto
E o esperma que te dou, o desespero.

Ary dos Santos, in 'Liturgia do Sangue'

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

DESAFIO..

A camarada :) Teresa Fidalgo deixou este desafio e lembrei-me de aceitar !

Questão 1: Tens medo de quê?
Da tristeza e da solidão

Questão 2: Tens algum guilty pleasure?
Alguns, o futebol se puder ser considerado é o maior....

Questão 3: Farias alguma loucura por amor/amizade?
Claro..

Questão 4: Qual o teu maior sonho? Responder paz, amor e felicidade é trapacear;)

Sonho fazer algo que possa ser relembrado...

Questão 5: Nos momentos de tristeza/abatimento, isolas-te ou preferes colo?
Isolamento sem duvida...

Questão 6: Entre uma pessoa extrovertida e uma introvertida, qual seria a escolha abstracta?
Huuummm é dificil.. o ideal era uma mistura de ambos...

Questão 7: Sentes-te bem na vida, ou há insatisfação além do desejável?
Depende dos momentos...

Questão 8: Consideras-te mais crítico ou ponderado? Sabendo, contudo, que existem críticas ponderadas.
Um pouco critico.

Questão 9: Julgas-te impulsivo, de fazer filmes, paciente...? Define-te, de uma forma geral.
Impulsivo, com sangue a ferver mas consciente do que posso ou não fazer...

Questão 10: Consegues desejar mal a alguém e, normalmente, concretizar? Sê sincero.
Às vezes, mas depois passa...

Questão 11: Conténs-te publicamente em manifestações de afecto (abraçar, beijar, rir alto...)?
Por acaso penso que sim…

Questão 12: Qual o teu lado mais acentuado? Orgulho ou teimosia?
Orgulho

Questão 13: Casamentos homossexuais e direito à adopção?
Sim, com algumas condicionantes

Questão 14: O que te faz continuar o blogue?
Transmitir os meus gostos aos outros..

Questão 15: O número de visitas e comentários influencia o teu blogue?
Não... nao penso muito nisso.. mas gosto que comentem...
Questão 16: Na tua blogosfera pessoal e ideal, como seria?
nao ha ideal nisso...

Questão 17: Devia haver encontros de bloguistas? Caso sim, em que moldes? Caso não, porquê?
Se houvesse, dificilmente participaria :)

Questão 18: Sabes brincar contigo e rir com quem brinca contigo? Sem ironias.
Brincar é das melhores coisas...

Questão 19: Quais são os teus maiores defeitos?
Teimoso e por vezes demasiado nervosinho....

Questão 20: Em que aspectos te elogiam e/ou achas ter potencialidades e mesmo orgulho nisso?
Sei lá... que diga quem me conhece...

Questão 21: Entre uma televisão, um computador e um telemóvel, o que escolherias?
Computador...dá pra fazer tudo

Questão 22: Elogias ou guardas para ti?
Depende.. se for em termos de sentimentos sou muito reservado...

Questão 23: Tens humildade suficiente para te desculpar, sem ser indirectamente?
Tento ter...

Questão 24: Consideras-te, de grosso modo, uma pessoa sensível ou pragmática?
Sensivel mas com uma boa dose de pragmatismo

Questão 25: Perdoas com facilidade?
depende do que? como? e porque?

Questão 26: Qual o teu maior pesadelo ou o que mais te preocupa?
Nao ter saude...

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

domingo, 31 de janeiro de 2010

Heroes !!

Não sei porquê mas hoje sinto que houve herois neste pais !!

"Um herói é um indivíduo comum que encontra a força para perseverar e resistir apesar dos obstáculos devastadores."
( Christopher Reeve )

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Poesia Lusitana !

Esta semana, teremos uma dos grandes embaixadores da escrita em português, o grande José Carlos Ary dos Santos.

Soneto

Fecham-se os dedos donde corre a esperança,
Toldam-se os olhos donde corre a vida.
Porquê esperar, porquê, se não se alcança
Mais do que a angústia que nos é devida?

Antes aproveitar a nossa herança
De intenções e palavras proibidas.
Antes rirmos do anjo, cuja lança
Nos expulsa da terra prometida.

Antes sofrer a raiva e o sarcasmo,
Antes o olhar que peca, a mão que rouba,
O gesto que estrangula, a voz que grita.

Antes viver do que morrer no pasmo
Do nada que nos surge e nos devora,
Do monstro que inventámos e nos fita.

José Carlos Ary dos Santos

domingo, 10 de janeiro de 2010

Vincit qui tapitut


" ...porque a minha vontade tem o tamanho de uma lei da terra. Porque a minha força determina a passagem do tempo. Eu quero. Eu sou capaz de lançar um grito para dentro de mim, que arranca árvores pelas raízes, que explode veias em todos os corpos, que trespassa o mundo. Eu sou capaz de correr através desse grito, á sua velocidade, contra tudo o que se lança para me deter, contra tudo o que se levanta no meu caminho, contra mim próprio.Eu quero. Eu sou capaz de expulsar o sol da minha pele, de vence-lo mais uma vez e sempre. Porque a minha vontade me regenera, faz-me nascer, renascer. Porque a minha força é imortal."

José Luís Peixoto

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Destino de sonho!

Se há destino completo é o chile.
Tem tudo, desde belezas naturais às arquitectónicas aos glaciares gélidos da Patagónia, podendo descobrir a história dos "Moais" na ilha da Páscoa.
O chile consegue conciliar na perfeição a praia, a montanha, o deserto com a azáfama cosmopolita das grandes cidades,além de ter uma forte cultura marcada pelos anos de ditadura do general Pinochet.
Um pais com todos os argumentos a um destino de sonho!!
Deserto do Atacama a mais de 2ooo mts de altitude.
Santiago do Chile, a capital com a cordilheira dos Andes com Pano de fundo.


A maior piscina do mundo com mais de 1km situada no no resort San Afonso Del Mar.

Os glaciares gélidos da Patagónia.
Os misteriosos "Moais" da ilha da Pascoa

E uma das maiores belezas do Chile, a poesia de Pablo Neruda.

Dois amantes felizes não têm fim nem morte,
nascem e morrem tanta vez enquanto vivem,
são eternos como é a natureza.

Pablo Neruda

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

sábado, 2 de janeiro de 2010

Poesia Lusitana!

Esta semana é a vez do multifacetado Jorge de Sena.

Ascensão
Nunca estive tão perto da verdade.
Sinto-a contra mim,
Sei que vou com ela.

Tantas vezes falei negando sempre,
esgotando todas as negações possíveis,
conduzindo-as ao cerco da verdade,
que hoje, côncavo tão côncavo,

sou inteiramente liso interiormente,
sou um aquário dos mares,
sou apenas um balão cheio dessa verdade do mundo.

Sei que vou com ela,
sinto-a contra mim,
nunca estive tão perto da verdade.

Jorge de Sena, in 'Perseguição'